EB249E00-D0B6-472B-A73C-12DDF36DAAE2

Integridade e transparência no serviço público [bmazula]

Descarregar o texto completo AQUI. Comunicação apresentada na Sessão Pública organizada pela Comissão Central de Ética Pública, a convite da sua Presidente, Sra. Dra. Páscoa Themba Buque, no dia 11 de Agosto de 2022, nas instalações da Universidade Pedagógica de Maputo. Magnífico Reitor da Universidade Pedagógica, Prof. Doutor Jorge Ferrão. Ex.ma Sra. Dra. Páscoa Themba […]

FWzif_2WIAAj6KA

Da mobilização social ao uso político das redes sociais da Internet em Moçambique

O uso crescente das plataformas digitais resulta de um conjunto de transformações que o mundo conhece desde a criação da Internet. Por hipótese, podemos argumentar que essa lógica é uma característica própria do que pode ser chamado de ‘sociedades modernas’. Para tal, duas características seriam cruciais para explicar a emergência desta realidade. Por um lado, […]

WhatsApp-Image-2022-05-20-at-11.27.07

Sobre o II Congresso da OJM: Um olhar ao manifesto do novo Secretário-Geral

Teve lugar, entre 20-22 de Maio corrente, o II Congresso da Organização da Juventude Moçambicana (OJM), instituição que aglutina jovens do partido Frelimo[1]. Pelo sim ou pelo não, parece-nos evidente que seja incontornável não falar daquela organização, visto que pertence ao partido que governa Moçambique. Porém, mais do que a dimensão umbílico-histórica, pelo seu acrónimo, […]

youth-and-politics_0

Sobre juventude(s) e política em Moçambique: propostas para debate

Notas iniciais Certamente, continuam presentes os dois episódios que tiveram um denominador comum: juventude. O primeiro terá sido um acto de chamada de atenção nas fileiras internas da Organização da Juventude Moçambicana (OJM), dando conta de um eminente violar dos estatutos internos, por conta do aproximar da idade-limite para o exercício de alguns direitos e […]

Tempo

Gestão de crise(s) e o desencontro entre dois tempos: político e técnico

A organização do poder na e da sociedade política (constituição dos órgãos de poder), a determinação dos mecanismos de decisão e fiscalização, é temporal e está num presente indefinido. As pessoas singulares mudam, as decisões são diversas, mas as instituições são supostamente imutáveis. Além disso, só se tornam instituições se se afastarem do evento para […]